Fernando A Freire

Amar a dois sobre todas as coisas

Textos

ABORTO: 
MONSTRUOSIDADE INCONCEBÍVEL

Discutir o início da vida?
A vida não tem data de nascimento. 
Biologicamente, ela é só reproduzida.
. . .
Dois entes, 
macho e fêmea
(semoventes) 
trazem dentro de si: 
um, o polo positivo; outro, o polo negativo. 
. . .
A junção desses polos provoca a emanação invisível disso a que chamamos Vida.
. . . 
Saiba que a luz existe numa corrente elétrica
. . .
 Sim, existe,
mas é impossível distingui-la enquanto os dois polos dessa corrente não se encontrarem.
 . . .
A vida é tão potencial quanto essa
corrente elétrica. 
E vice-versa
. . .
Desde o começo de tudo
ela vem sendo carregada por todos os seres animados, 
vertebrados e invertebrados,
que juntam os dois polos
com a intenção natural de reproduzir
suas espécies
. . . 
Ah, diríamos,
isso é incontestável !
. . . 
Pois, saiba: 
cientistas e parlamentares
deste mundo de viventes
ainda discutem 
- e jamais chegarão a um termo - 
em que momento se dá o INÍCIO
da vida
no ventre
. . . 
O intúito é legalizar a circunstância, 
ou aberração, 
de um aborto provocado
.  . .
Início da vida? 
Que início?!
. . . 
 Dos parlamentos, uma temeridade. 
Dos laboratórios científicos,  um tropeço
. . .
 Anunciemos a eles e a toda a humanidade, 
que a vida, em nós, não tem COMEÇO. 
Tem, sim, CONTINUIDADE
através de nós. 
Meros condutores, 
- simplesmente somos -
 dessa energia milenar,
crescente e infinita 
que enche o Universo de "anima" e de"animus".

_________________________________

 
     Para o texto: "Abortar não mãe: Depois eu te devolvo a vida".
     De: Poetisa Leah Ribeiro Pinheiro
_________________________________
Fernando A Freire
Enviado por Fernando A Freire em 27/01/2014
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citar: Autoria de Fernando A Freire - www.fernandoafreire.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras