Fernando A Freire

Amar a dois sobre todas as coisas

Textos

POETA, EU ? ! . . .
 


Nasci poeta,
sugando os seios de uma mulher.
Logo,
aprendi a amar antes de saber andar.

Quando me vinha vontade,
chorava,
ela olhava pra um relógio
e não me amamentava.
Portanto,
aprendi a sofrer,
antes de aprender a ler.

Mais adiante,
me apaixonei pela professorinha,
que me abraçava,
que me punha no colo
e que uma vez ficou confusa,
sem saber por que
tanto machuquei
e lambuzei a sua blusa (?) . . .

Depois cresci e,
porque ela diz que eu sou poeta,
nunca me arrependi.


                         (fernandoafreire)

 
_________________________________________
Para o texto: NA VERDADE TODOS SOMOS POETAS (T6309149)
De: Marcial Salaverry
_________________________________________
 
Fernando A Freire
Enviado por Fernando A Freire em 15/04/2018


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras