Fernando A Freire

Amar a dois sobre todas as coisas

Textos

_____________________________________

Para o texto: Versinhos nas nuvens (T6678445)
De: Rosa Alves

_____________________________________

UMA ROSA NA ESTAÇÃO AMARELA
.  .  .
.  .  .

Nunca deixarás de ser criança.
Lembranças da infância,
de quando ainda eras menina
e te vestias de mulher.
- "Mais menina que mulher" -
Na mão, uma vela,
pra procissão:
Avé, Avé,...
 Hino misturado com cantigas joaninas.
Numa escapadinha,
namorado, encabulado,
segurando tua mão de menininha.
E tu, recatada,
esperando ninguém,
alguém que não vinha,
lá na estação do trem.
Atração, distração,
chegada, espera e partida,
como a vida...
As rodas beijando os trilhos
em que o mundo também rodou.
O trem passou.
Que é da estação?
Aquela de telhado marrom,
paredes amarelas?...
Também viajou.
E a rosa?
A que o namorado trazia na mão?
é
prosa,
é
poesia,
é
mãe,
é
semeadora...
é
professora,
como toda criança
...é...
Fernando A Freire
Enviado por Fernando A Freire em 26/06/2019
Alterado em 26/06/2019


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras